A Briga é com o Sistema!!!

Qual sua reação quando vê uma injustiça com um animal?

Você briga, fala mal, se revolta, porque se fosse com você… você teria feito alguma coisa. . .

Então é errado nos sentirmos mal porque nos importamos?

De modo algum, isso prova que somos humanos, mas temos que aprender a brigar no momento certo e principalmente com as pessoas certas.

Recentemente um vídeo sobre um veterinário que estava fazendo consultas gratuitas aos sábados em São Paulo, mexeu bastante comigo. Ele foi denunciado porque legalmente não pode fazer atendimento ou consultas gratuitas por não ser uma Ong e só poderia fazer algo do tipo se fosse utilidade pública.
Todos nós com toda certeza enxergamos isso como utilidade pública, mas de acordo com a lei 722 de 2002 citada pela fiscal, o veterinário não poderia fazer esse tipo de serviço.

video

Mas o que me incomoda mais com isso tudo é a reação das pessoas, não pela revolta ou por falar mal, mas por brigar com a pessoa errada.

Essa fiscal vai virar o foco das pessoas.

Nossa briga não é com a fiscal, mas com o sistema por traz dela.

Não foi ela quem criou essa lei.

A mesma briga acontece com relação a Juma, todos se voltaram contra exército, nossa briga não é com eles.

Eles seguem ordens!!! (De quem???)

Nossa briga é e sempre será com o sistema.

juma

Precisamos ser a mudança que queremos ver no mundo, temos que lutar sim, temos o direito de nos revoltar por causas assim, mas lembrem-se o sistema quer que foquemos nos mensageiros, eles sempre tem um bode expiatório e cabe a nós enxergar por traz deles.

Antes de conscientizar o mundo, precisamos abrir nossos próprios olhos, enquanto nós não nos tornarmos exemplo, não teremos seguidores pela nossa causa.

Só quem perde com isso são os animais!

Você pode se revoltar, você pode falar mal, Mas depois disso

REFLITA
E pense no que é mais importante, a sua revolta ou a sua mudança.

CompartilharShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *